contato@comunicaceduc.com.br | (19) 98178-1924
Qual será o próximo ano bissexto?

Olá aprendizes, tudo bem?

O post de hoje é um enigma matemático.

O ano bissexto serve para ajustar o nosso calendário, afinal, um ano não tem 365 dias exatos, mas sim 365 dias, 5 horas e 48 minutos. Dessa forma, a cada 04 anos temos um total de 24 horas, ou seja, um dia inteiro em aberto.

Com isso, o ano bissexto serve para recuperar esse dia que se formou nos últimos 04 anos. Sem esse ajuste, haveria um descompasso entre as estações do ano e datas importantes, como Natal e Ano Novo. Vale ressaltar que os anos bissextos terão 29 dias no mês de fevereiro.

Sabendo disso, como eu faço para descobrir quais são os anos bissextos? Esqueçam falsos macetes: ano eleitoral, ano de Copa do Mundo, Olimpíadas ...nada disso. Para saber com precisão quando será um ano bissexto, devemos utilizar o seguinte princípio: todos os anos múltiplos de 4 que não sejam múltiplos de 100, com exceção aos múltiplos de 400.

Portanto, 2008 e 2012 são múltiplos de 04, e por esse motivo são classificados como bissextos. Já os anos de 1500 e 1700 não foram anos bissextos, uma vez que são múltiplos de 100. Por outro lado, os anos de 1600 e 2000 foram anos bissextos por serem múltiplos de 400.

Uma outra dica bem interessante e lógica é que nenhum ano ímpar pode ser bissexto, afinal, os múltiplos de 04 limitam-se a números pares.

Infelizmente, este método não é totalmente infalível, pois a cada 8 mil anos teremos um dia sobrando no calendário terrestre. Esse será um enorme desafio a ser resolvido...por enquanto, devemos nos contentar com os ajustes quadrienais.

E agora, respondendo à pergunta inicial: 2020 será o nosso próprio ano bissexto.

Você nasceu em um ano bissexto?

Casou em um ano bissexto?

Quantas copas o Brasil ganhou em um ano bissexto?

Que tal passar em um concurso antes do próximo ano bissexto?

Pois é. Agora que você sabe, é só praticar.

Saudações aritméticas.

Sobre o autor

Prof. Thiago Pinheiro

Thiago Pinheiro é Professor de Língua Portuguesa e Matemática, funcionário público, educador e fã assíduo das palavras bem escritas e interpretadas. Acredita que ensinar é a melhor maneira de aprender e criar novos caminhos para a realização dos sonhos. É um dos idealizadores do CEDUC, lugar em que o ensino é sinônimo de aprendizado.

Newsletter

Cadastre-se para receber uma mensagem sempre que novos conteúdos forem publicados